Misericórdia - Obra da Figueira :: Instituição Particular de Solidariedade Social Mapa do Site  |   Contactos
  Sábado, 20 de Janeiro de 2018
   
No Site No Google

Intervenção do Provedor

Destaques >>

ASSINATURA  DO  PROTOCOLO  DE COMODATO DA

CAPELA DE NOSSA SENHORA DOS NAVEGANTES – 8.12.2014

INTERVENÇÃO DO PROVEDOR

 

A Misericórdia – Obra da Figueira e a Paróquia de Buarcos mantêm desde há anos uma cooperação permanente, cujas faces mais visíveis são presentemente o Serviço comum destinado a facultar roupa, calçado e brinquedos a famílias em dificuldades, bem como a extensão do Programa Alimentar de Emergência.

Trata-se duma colaboração de características muito concretas, com benefícios reais para os mais desprotegidos, pois nenhuma das Instituições se revê em iniciativas ditas de solidariedade, cujo impacto no tecido social pouco passa das páginas dos jornais.

Esta forma de estar aproximou a Misericórdia da Paróquia, na qual o Revº. Padre Carlos Noronha Lopes desenvolve desde há décadas, com persistência e sistematização, uma notável Obra de formação moral e social, e também de inegável qualidade artística.

 Foi portanto absolutamente natural que, ao adquirir a Cada dos Pescadores – numa operação de reinvestimento do seu património – a Misericórdia consultasse em primeiro lugar este Parceiro privilegiado, com vista à reflexão sobre o enquadramento da iniciativa no contexto social, cultural e religioso da Freguesia.

A Casa dos Pescadores é um prédio emblemático, cuja memória de funcionamento está bem viva em sucessivas gerações de habitantes de Buarcos, seja por conhecimento directo, seja por transmissão directa de pais e avós.

Como comprova o levantamento efectuado pelo antigo Presidente da Junta de Freguesia, Joaquim José Barraca, dedicado estudioso da História da sua terra, durante três quartos de século a Casa dos Pescadores prestou no dia-a-dia um apoio muito abrangente à vida dos habitantes da Vila, integrando as vertentes de prestação de cuidados de saúde, religiosa, social, educativa, recreativa, desportiva e até Posto da PSP durante a época balnear.

Ao adquirir o prédio, a Misericórdia assumiu de bom grado a grande responsabilidade de se tornar fiel depositária das suas melhores tradições.

Dentro desta orientação, assinalamos hoje o cumprimento das únicas promessas feitas na altura: a reconstrução da Capela de Nossa Senhora dos Navegantes e a reabilitação da fachada do edifício principal.

Para conseguirmos atingir estes objectivos nos escassos quatro meses após a celebração da escritura de compra, contámos com o empenho e boa vontade dum conjunto de colaboradores de excepção, incluído trabalhadores da Misericórdia e das Empresas que executaram as obras, bem como elementos do Grupo de Acólitos da Paróquia.

A todos deixamos uma palavra amiga de reconhecimento e gratidão.

Dado o primeiro passo, vamos agora prosseguir com vista à reabilitação total dos dois edifícios, devolvendo-os à sua vocação social, obviamente tendo em conta a indispensável adaptação à realidade de hoje.

Na sequência das diligências já efectuadas ou em curso junto de diversas Entidades, apontamos prioritariamente para as vertentes do Turismo Social, de residencial para internamentos temporários e da prestação de cuidados de saúde, incluindo a instalação de uma unidade de fisioterapia.

Tencionamos candidatar o projecto respectivo, aliás já iniciado, ao programa que for adequado no próximo Quadro Comunitário de Apoio – Portugal 2020 – pois só assim será possível viabilizá-lo, razão pela qual deixamos bem claro não nos podermos comprometer com quaisquer prazos de execução.

Nesta fase, estamos naturalmente abertos e receptivos à cooperação, através do estabelecimento de parcerias, com Entidades Públicas ou Privadas que manifestem efectivo interesse em participarem na recuperação da Casa dos Pescadores, após anos de abandono e degradação.

E não queremos terminar sem agradecer à população de Buarcos os inúmeros testemunhos de apoio diariamente recebidos ao longo destes meses, que muito nos incentivaram a prosseguir esta difícil mas aliciante tarefa, para a qual, estamos certos, contaremos com a protecção de Nossa Senhora dos Navegantes, cuja Capela devolvemos hoje à dignidade do Culto Mariano.

Última actualização: 19.12.2014

Voltar aos Destaques
 
 
Mapa do Site  |   Contactos

© 2010-2018 - Todos os direitos reservados. Concepção e Desenvolvimento: SEU-DOMINIO.com